SAIBA MAIS

1420-20161007154633

bandeau facebook

Autor

INFORMAÇÕES GERAIS

sexta, 28/10/2016, 15:00h
Brasilia

Café Literário - Estádio Nacional Mané Garrincha

[+]

sábado, 29/10/2016, 14:00h
Brasilia

Auditório Manoel de Barros | Piso 2 - Estádio Nacional Mané Garrincha

[+]

Jean-Yves Loude na Bienal do livro de Brasilia

Um dos eventos mais relevantes do universo literário no Brasil, a III BIENAL BRASIL DO LIVRO E DA LEITURA acontecerá de 21 a 30 de outubro de 2016, no Estádio Nacional Mané Garrincha, com acesso público e gratuito.

Jean-Yves Loude, participará do Café Literário  ”A mesclagem de culturas como agente transformador do espaço urbano’‘o dia 28/10/16 às 15h00 (no Café Literário) e do lançamento do seu livro Pepitas Brasileiras (Autêntica Editora) no Auditório Manoel de Barros | Piso 2 no dia 29/10/16  às 14h. Sessão de autógrafos após o debate.

O francês Jean-Yves Loude é autor de mais de 40 obras, entre romances, ensaios, poesias, mas, principalmente, relatos de viagem. Seu interesse por outros países e culturas começou aos 20 anos, quando ele partiu para a Ásia em busca de novos horizontes. Desde então, nunca mais parou de viajar e escrever.

Com o olhar apurado de antropólogo, ele relata suas experiências com a alteridade, revelando a riqueza de culturas que muitas vezes passa despercebida ao olhar do simples viajante. Trabalhou na parte paquistanesa dos Himalaias por 15 anos, estudando a cultura dos Kalash, segundo ele, “um povo ameaçado pela intolerância e esquecido na história da humanidade”.

Outro grande interesse de Loude é a África. É autor de Lisboa – na cidade negra (2003), em que explora a longa presença dos africanos na capital portuguesa, que vai muito além da imigração da segunda metade do século 20. Segundo ele, a interação entre África e Portugal remonta a cinco séculos, por meio dos escravos que faziam os trabalhos mais duros da vida quotidiana em Lisboa.

O Brasil também não escapou ao autor. Em Planète Brasília (2008), Loude narra suas impressões da arquitetura singular da capital brasileira que, segundo ele, proporciona uma “viagem a outra dimensão”. Já Pépites brésiliennes (2013) conta a história de três etnólogos que recebem a notícia da descoberta, no Brasil, de um crânio de mais de 10 mil anos, atribuído a uma mulher negra que ficou conhecida pelo nome de “Luzia”. A partir disso, eles se lançam em uma viagem ao Brasil, percorrendo do Rio de Janeiro a São Luís do Maranhão em busca de respostas para esse mistério arqueológico. 


 

Comentar | Compartilhar

BIBLIOFRANÇA

Portal do livro francês no Brasil, Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França

ESCRITÓRIO DO LIVRO

Sediado no Consulado da França no Rio de Janeiro, faz a promoção do livro francês no Brasil e concede apoio aos profissionais do livro e da leitura

BIBLIOTECA

Biblioteca, espaço de leitura, debate e reflexão

21.3974.6669

Av. Presidente Antonio Carlos 58, Centro, RJ – Brasil

[+]