SAIBA MAIS

Artes Visuais

INFORMAÇÕES GERAIS

terça, 07/10/2014, 19:00h
Auditório da Escola do Olhar - Museo de arte de Rio

Praça Mauá, 5, Centro- Rio de Janeiro

[+]

sábado, 11/10/2014, 15:00h
Auditório da Escola do Olhar - Museo de arte de Rio

Praça Mauá, 5, Centro- Rio de Janeiro

[+]

Arnaud Maillet no MAR

O professor Arnaud Maillet foi convidado em participar no colóquio O Espectro Cinematográfico, que acontece no Museu de Arte de Rio até o dia 11/11.

Arnaud Maillet dará dois cursos no Auditório da escola do Olhar (100 vagas).

Dia 07/10 das 19 às 22h

O Espelho de Tinta:  espelho mágico e imagem em movimento

O espelho de tinta, prática adivinhatória que remonta aos tempos mais antigos, condenada na Idade Média, é retomada na Europa, a partir dos anos de 1830, pelos homens de letras e estudiosos, impulsionados pelo gosto pelo orientalismo. Com altos e baixos, perdura até o início do século XX. Relativamente esquecido hoje, permitiu, no entanto, dar a ver imagens em movimento no momento do nascimento oficial da fotografia, em 1839. Entretanto, além da fotografia, o espelho articula, sobretudo, componentes específicos diversos que, ligados entre si, formam o que será batizado mais tarde de cinematógrafo: luz e sombra, espectro e reflexo, animação, metamorfose e encanto da imagem, montagem, exibição do filme e sua projeção psicológica. A partir desta visão ampliada, longe de ser um dispositivo sujeito a determinismos técnicos, o cinema pode ser visto como uma ferramenta fantástica para iluminar o espírito humano e a imaginação.

Dia 11/10 das 15h às 17h  

Próteses Lunáticas: a estranha história dos óculos, da ciência aos fantasmas

 Partindo de uma constatação médica segundo a qual os óculos não necessariamente constituem uma panaceia contra as deficiências de uma visão ruim, muito pelo contrário, enfrentaremos o fantasma segundo o qual o remédio se torna pior que o próprio mal. De fato, da ciência aos fantasmas é apenas um passo – que os artistas, da mesma forma que os escritores ou intelectuais, não hesitaram em dar alegremente, lembrando-nos de que nossas “preciosas muletas” não podem ser consideradas uma “segunda natureza”. Deste modo, através das representações de Breughel, Callot, Rowlandson, Degas, mas também de Hoffmann, Poe ou ainda Huxley, buscaremos reconstituir as linhas gerais de uma história dos óculos como próteses e da lógica entrópica que a impulsiona. Os óculos nos permitem sobretudo perceber, através deles, as relações que constituímos com o mundo.

Arnaud Maillet é professor e pesquisador na Universidade Paris I – Pantheón Sorbonne onde ensina a História da Arte e Historia do Olhar. Membro do Centre André Chastel, laboratório de pesquisa em História de Arte, seus trabalhos se inscrevem na historia da cultura visual e do imaginário .

Publicou, “O Espelho Negro: indagações sobre o lado obscuro do reflexo” (ed. Kargo/L’Éclat, Paris), “Próteses Lunáticas: os óculos, da ciência aos fantasmas” (éd. Kargo/ Amsterdam, Paris, 2007) e mais recentemente um livro sobre o trabalho do fotógrafo Per Barclay – Photographe  (éd. Visconti, Paris, 2011).

Realização:

Programa de Pós-graduação em Artes Visuais (PPGAV) e Departamento de História e Teoria da Arte (BAH) da

Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ

Escola do Olhar do Museu de Arte do Rio – MAR

Apoio:

Embaixada da França no Brasil

Mais informações aqui.

Comentar | Compartilhar
RELACIONADAS

ARTES VISUAIS

O Espectro Cinematográfico
23/09/2014

BIBLIOFRANÇA

Portal do livro francês no Brasil, Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França

ESCRITÓRIO DO LIVRO

Sediado no Consulado da França no Rio de Janeiro, faz a promoção do livro francês no Brasil e concede apoio aos profissionais do livro e da leitura

BIBLIOTECA

Biblioteca, espaço de leitura, debate e reflexão

21.3974.6669

Av. Presidente Antonio Carlos 58, Centro, RJ – Brasil

[+]